Fechar

Fábrica Ponte Nova:

Av. Mário Martins de Freitas, 6.000
Ana Florência - Ponte Nova - MG - Brasil
CEP 35432-077
Tel.: (31) 3819.3200 - Fax: (31) 3819.3215


CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR: 0800 039 1439

Fábrica Mutum:

Rodovia MG 108 km 02, S/N°
Zona Rural - Mutum - MG - Brasil
CEP 36955-000
Tel./Fax: (33) 3312.2333
 

Porto Alegre

Notícias

O que acontece de mais interessante na Porto Alegre, você fica sabendo aqui.

30 de abril de 2014

Mutum recebe Seminário Cultura Ambiental

1613904_772599969430883_3633415846970655849_n 1545080_772599952764218_3699570752216280345_n 1511411_772599942764219_8060310780619850952_n

Com o objetivo de difundir conceitos de educação ambiental, a Porto Alegre e a Tetra Pak em parceria com a Prefeitura de Mutum, através as Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável/SEMADES promoveram em 29/04, no salão paroquial da Matriz de São Manoel, em Mutum/MG, mais uma edição do Seminário Cultura Ambiental.

Mais de 50 educadores da rede municipal e estadual participaram e receberam orientações sobre como desenvolver programas de reciclagem nas escolas, visando à conscientização de crianças e jovens sobre a responsabilidade de cada um. Todos os professores receberam um “kit educação ambiental” composto de cartilhas, vídeos educativos, revistas e cartazes do ciclo de vida das embalagens. Genilson Tadeu, secretário de meio ambiente, recebeu um “kit escola”, composto de liquidificador e instrumentos para reciclagem de papel, que ficará a disposição de todos educadores.

O programa Cultura Ambiental nas Escolas, criado em 1997, já beneficiou mais de seis milhões de estudantes e mais de 40 mil escolas públicas e privadas com informações sobre coleta seletiva e reciclagem. Os educadores de Mutum poderão dar continuidade à formação através do site www.culturaambientalnasescolas.com.br que oferece gratuitamente informações completas, desde como gerenciar e selecionar o lixo, até o processo de reciclagem de cada material. Trata-se de uma importante ferramenta interativa, o que desperta o interesse das crianças que poderão adquirir o conhecimento brincando nos jogos e assistindo os vídeos.

Responsabilidade de todos

Durante a oficina os servidores públicos municipais Amarildo Pereira da Costa e Marlúcio Pereira da Costa que atuam na limpeza da cidade fizeram relatos sobre as dificuldades na coleta. Eles solicitaram aos participantes apoio para a conscientização da população visando evitar o descarte de areia, madeiras, pilhas e entulhos nos tambores de lixo. Já o empresário, Paulo Roberto Badaró relatou o trabalho de sua empresa na coleta de carcaças junto aos açougues da cidade. Roberto utiliza o material para fabricação de farinha em sua indústria, localizada na cidade de Lajinha/MG.

Frutificando o Município

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais/APAE apresentou o projeto “Frutificando o Município” no qual seus alunos provem o cultivo e distribuição de mudas frutíferas para a comunidade, visando a conscientização das pessoas para com o maior símbolo da natureza. Segundo Cristina Lamarca, coordenadora do projeto, “A árvore é sinônimo de vida e dela recebemos incontáveis benefícios, como a manutenção da qualidade de vida. Nosso projeto tem haver com este brilhante Seminário Cultura Ambiental”.

Veja depoimento de educadores:

“Considero que foi muito positivo trabalho da orientadora Elaine. Ficou bem claro, objetivo e foi muito proveitoso. Nossa missão agora é conscientizar os alunos, que são hoje, os grandes semeadores desta cultura. Vamos trabalhar para que nossos alunos possam se beneficiar de um ambiente favorável a convivência” disse Nelson Almeida, educador de matemática para o ensino fundamental I, II e ensino médio. 

“Eu acho que falta prática. Mutum já tem toda teoria apresentada nesta oficina. Nossa cidade tem problemas sérios com lixo. Não temos aterro sanitário, temos um lixão. A responsabilidade é de todos nós. Existem algumas obras que não dão votos, porque são obras subterrâneas como o esgotamento e o tratamento de água. Enfrentar os problemas ambientais é uma questão de saúde pública, quanto mais se trata o lixo, menos gente vai para o Hospital. O Seminário é bom. Mas Mutum precisa de muito mais”, relatou-nos Ricardo Machado, educador de geográfica do ensino médio.

“O Seminário foi ótimo. Aprendemos muito e fizemos muitos esclarecimentos, principalmente nesta área de reciclagem daquilo que consumimos e fazemos virar lixo”, disse Lucimeiry Aparecida, educadora da Apae.

“A oficina foi muito interessante e trouxe muitos esclarecimentos para nossa cidade. Mutum é uma cidade pequena, ainda em desenvolvimento e tem uma grande geração de lixo. A oficina vem ajudar-nos a trabalhar isso com nossos alunos e com a população mutuense. Se a gente começar agora, evitaremos muitos transtornos futuros. Parabéns a Porto Alegre pela iniciativa” declarou Miriam Lima, bióloga, educadora de ciências e biologia.

“Considero que foi muito positivo trabalho da orientadora Elaine. Ficou bem claro, objetivo e foi muito proveitoso. Nossa missão agora é conscientizar os alunos, que são hoje, os grandes semeadores desta cultura. Vamos trabalhar para que nossos alunos possam se beneficiar de um ambiente favorável a convivência” disse Nelson Almeida, educador de matemática para o ensino fundamental I, II e ensino médio. 

“Eu acho que falta prática. Mutum já tem toda teoria apresentada nesta oficina. Nossa cidade tem problemas sérios com lixo. Não temos aterro sanitário, temos um lixão. A responsabilidade é de todos nós. Existem algumas obras que não dão votos, porque são obras subterrâneas como o esgotamento e o tratamento de água. Enfrentar os problemas ambientais é uma questão de saúde pública, quanto mais se trata o lixo, menos gente vai para o Hospital. O Seminário é bom. Mas Mutum precisa de muito mais”, relatou-nos Ricardo Machado, educador de geográfica do ensino médio.

“O Seminário foi ótimo. Aprendemos muito e fizemos muitos esclarecimentos, principalmente nesta área de reciclagem daquilo que consumimos e fazemos virar lixo”, disse Lucimeiry Aparecida, educadora da Apae.

“A oficina foi muito interessante e trouxe muitos esclarecimentos para nossa cidade. Mutum é uma cidade pequena, ainda em desenvolvimento e tem uma grande geração de lixo. A oficina vem ajudar-nos a trabalhar isso com nossos alunos e com a população mutuense. Se a gente começar agora, evitaremos muitos transtornos futuros. Parabéns a Porto Alegre pela iniciativa” declarou Miriam Lima, bióloga, educadora de ciências e biologia.

Assim, a Porto Alegre continua investindo no desenvolvimento social e sustentável nas localidades onde atua.

 

Por Latícinios Porto Alegre

Outras Notícias

Escolha abaixo uma nóticia